Notícias

Últimas notícias Voltar

Google Glass: que tal capturar fotos com a força do pensamento?

A crescente popularização do Google Glass não permite apenas que entusiastas experimentem o que as próximas tecnologias vestíveis reservam à “comunidade global”; diversos aplicativos compatíveis com o headset da gigante das buscas têm sido também desenvolvidos. E vale dizer: pesquisas relacionadas à robótica e medicina têm estudado a interação entre cérebro e máquina a fundo (veja mais aqui). Então por que não fazer com que a operação de periféricos cotidianos seja feita também através da força do pensamento?

Pois é justamente esta a proposta de MindRDR, um acessório que, acoplado ao Google Glass, permite a navegação pela UI dos óculos por meio do simples pensar. Concebida pelo estúdio This Place, a peça encontra-se ainda em estágio inicial de desenvolvimento. Mas tirar fotos e compartilhar as imagens via Facebook, por exemplo, já é uma das possibilidades. Conforme explica Dusan Hamlin, CEO da This Place, o gadget MindRDR é atualmente capaz de detectar quatro das 18 “sensações” emitidas pelo cérebro humano – o que limita, por ora, o dispositivo.

 

Pretende-se fazer, porém, que o headset integrado ao Google Glass passe futuramente a detectar de modo preciso esta gama de sensações; interação com outros aplicativos ou até mesmo a operação de periféricos terceiros são ações vislumbradas pela empreitada MindRDR. Para que este experimento seja testado, o valor de € 89 deve ser desembolsado na compra do headset Neurosky MindWave EEG – o download do software que permite a captura de imagens através do pensamento é gratuito. Mas há um inconveniente: o uso do acessório deve ser feito por pessoas desavergonhadas e em lugares abertos (os designers trabalham ainda em versões menores do EEG).

Fonte(s): TecTudo, MindRDR